Encerrado VII ENTC com uma mensagem de esperança

A sétima edição do Encontro Nacional dos Tribunais de Contas, pautado no tema ‘O Tribunal de Contas Contemporâneo e o mundo pós-pandemia: mudanças no controle externo e interação com a sociedade’, foi encerrada na tarde desta sexta-feira (20). O VII ENTC experimentou o inédito formato virtual neste 2020 atípico, em que a Covid-19 obrigou o mundo a se reinventar.

A Atricon compartilhou a programação do evento com o IRB, com a Abracom e com a Audicon, além do apoio do CNPTC. Ao agradecer e reconhecer a importância da união entre as entidades, o presidente Fábio Nogueira disse que os resultados do VII ENTC superaram as melhores expectativas.

No encerramento da edição, que somou 2.217 inscritos e manteve uma audiência média/dia de 950 pessoas (19 e 20 de novembro), o presidente Fábio Nogueira realçou que “esperança” foi a palavra mais repetida nesses dias. “Manifestamos a esperança de que a turbulência, provocada pela pandemia, será substituída por um mundo mais empático e justo”.

Fábio disse que o VII ENTC “serviu para pensar e traçar horizontes”, mas, também, para mostrar que os Tribunais de Contas do Brasil não tardaram em responder à situação. “As tradicionais auditorias não sofreram percalços. Para além delas, foram absorvidas novas demandas, que exigem um verdadeiro estado de alerta para que os recursos emergenciais de enfrentamento à Covid-19 sejam aplicados legal e efetivamente”, comentou.

Para Fábio Nogueira, o processo de aperfeiçoamento por que passam os Tribunais de Contas contribui para que as Cortes pudessem passar uma rápida adaptação. “Temos os mais qualificados recursos humanos; os mais avançados recursos tecnológicos de que se pode dispor; temos, acima de tudo, uma imensa boa vontade, o mais absoluto compromisso com o Brasil”, salientou.

A mensagem de encerramento do presidente Fábio Nogueira foi acompanhada pelos presidentes Ivan Bonilha (IRB), Thiers Montebello (Abracom), Marcos Bemquerer (Audicon) e Joaquim de Castro (CNPTC). Todos disseram corroborar da sensação do dever e do sentimento de esperança em uma sociedade mais humanitária.

Um documento foi assinado conjuntamente pelas entidades promotoras do Encontro Nacional dos Tribunais de Contas. Leia aqui a Carta do VII ENTC.

Ascom Atricon – Ridismar Moraes, em 20 de novembro de 2020.

 

Compartilhe!