TCE-MT: Comitê Gestor faz 1ª reunião ordinária para avaliar novos projetos

O Comitê Gestor de Projetos, que coordena a implantação do Escritório de Projetos do Tribunal de Contas, realizou nesta quarta-feira (12.07), na sala da Presidência, a primeira reunião para apresentar os primeiros projetos em análise, bem como deliberar sobre normatizações e encaminhamentos. O presidente do TCE-MT, conselheiro Antonio Joaquim, coordenou a reunião.

Segundo Diógenes Curado, secretário de Planejamento, o Comitê Gestor de Projetos trabalha no momento para consolidar o Escritório de Projetos, instituído pela Resolução Interna nº 37/2016, que é ligado à Seplan do TCE-MT e tem como objetivo desenvolver, orientar a elaboração, e acompanhar a execução de projetos internos da instituição, bem como disseminar o conhecimento sobre os programas executados no TCE.

Nesta primeira reunião foram apresentados quatro projetos: a) Modelos Padronizados de Documentos – Fiscalizados e Sociedade, que visa desenvolver um canal de comunicação padrão entre os fiscalizados e a sociedade; b) Processo Eletrônico, que objetiva a criação de um sistema mais moderno e completo de tramitação processual via internet; c) Aplicativo TCE Cidadão, que tem como alvo a participação dos cidadãos na fiscalização dos recursos públicos e; d) Mini usina fotovoltaica, destinada a assegurar a sustentabilidade energética com uso de energia solar pelo Tribunal de Contas.

São projetos que, após aprovados pelo Comitê Gestor, deverão ser desenvolvidos e, posteriormente, colocados em prática.

Uma equipe da Seplan foi especialmente treinada para trabalhar com a metodologia desenvolvida pelo Grupo de Infraestrutura e Projetos do Escritório de Serviços da Organização das Nações Unidas (ONU). Esta mesma metodologia do escritório de projetos já é utilizada pela Polícia Federal, Receita Federal, Tribunal de Contas de Pernambuco e Ministério da Fazenda.

O presidente do TCE-MT lembrou que aplicar aos projetos o sistema de planejamento ajuda a torná-los mais transparentes desde o início, mais consistentes e objetivos, além de evitar desperdícios de esforços, inteligência e recursos financeiros e tecnológicos. “O TCE quer também apresentar uma proposta de solução para a administração pública e, a partir do Escritório de Projetos, poderemos dar um exemplo de como é elaborar e executar um projeto de forma correta”, disse Antonio Joaquim.

O comitê gestor de projetos do TCE é composto pelo presidente, conselheiro Antonio Joaquim, pelo conselheiro substituto junto à Presidência, Ronaldo Ribeiro, pela secretária-geral da Presidência, Risodalva Beata de Castro, pelo secretário de Planejamento, Diógenes Curado, pelo secretário-geral de Controle Externo, Bruno Anselmo Bandeira, pela secretária de Tecnologia da Informação, Simone Pelegrini e pela secretária executiva de Administração, Lúcia Taques

 

Compartilhe!