Joaquim de Castro assume nova gestão no TCMGO

O conselheiro Joaquim Alves de Castro Neto foi empossado na manhã desta quarta-feira (18.12) como presidente do Tribunal de Contas dos Municípios do Estado de Goiás (TCMGO), para o biênio 2020-2021. Tomaram posse também o vice-presidente Daniel Augusto Goulart, corregedor-geral Francisco José Ramos e ouvidor Valcenôr Braz.

Conselheiro Joaquim Castro

Joaquim de Castro destacou os avanços obtidos ao longo do ano e ressaltou a importância do trabalho harmonioso que é desenvolvido pelo tribunal. “O grande ponto da nossa gestão é a harmonia entre os membros e os servidores”, disse. Para o biênio 2020-2021, o objetivo é avançar as ações de controle externo ainda mais. Finalizou citando a poetisa Cora Coralina. “O que vale na vida não é o ponto de partida e sim a caminhada. Caminhando e semeando, no fim terás o que colher”.

Os conselheiros Daniel Goulart, Valcenôr Braz, Francisco José Ramos, Fabrício Motta e os conselheiros substitutos Irany Júnior e Vasco Jambo falaram em favor da continuidade do trabalho desenvolvido nas duas gestões anteriores de Joaquim de Castro.

Fabrício Motta destacou as ações transparentes, os avanços no controle externo e a realização de eventos nacionais e internacionais neste ano. Para ele o tribunal é reconhecido pelo serviço prestado à sociedade. “Esse movimento deve ser contínuo. Nossa legitimidade vem do dever de realizar um bom trabalho de controle externo”.

Valcenôr Braz e Daniel Goulart falaram sobre as conquistas de 2019. “Joaquim defendeu a política de controle externo e ganhou reconhecimento nacional, tanto que foi eleito presidente do Conselho Nacional dos Presidentes do Tribunais de Contas (CNPTC)”, disse Daniel Goulart. Valcenôr incentivou os servidores a trabalharem com afinco. “Os servidores devem fazer tudo que puder. O que puder fazer é para o bem do povo goiano”, declarou.

Os conselheiros-substitutos Vasco Jambo e Irany Júnior elogiaram o trabalho com cooperação que é desenvolvido pelo tribunal e sobre a necessidade de ousar mais nas decisões administrativas.

O procurador-geral do Ministério Público de Contas (MPC) do TCMGO, Régis Gonçalves Leite, destacou as conquistas do tribunal e ressaltou a necessidade de continuidade dos avanços. “O MP espera que os empossados assumam com a consciência de que o trabalho desenvolvido melhora o bem-estar do cidadão, principalmente daqueles que mais precisam dos serviços públicos”.

ASCOM TCM-GO

Compartilhe!