Boas Práticas: 49 palestrantes confirmados

Até o momento, já está confirmada a presença de 49 dos 54 palestrantes convidados para apresentar experiências exitosas de seus Tribunais de Contas no 1º Laboratório de Boas Práticas do Controle Externo. Fruto de parceria entre o TCE-MT e a Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon) e dos Ministros e Conselheiros Substitutos de TCs (Audicon), o evento será realizado em Cuiabá (MT), nos dias 3 e 4 de setembro. Os palestrantes já confirmados representam 18 TCs e quatro instituições parceiras. Um deles representará o Tribunal Administrativo da República de Moçambique.

A programação prevê a exposição de 65 boas práticas, entre projetos, sistemas e/ou iniciativas implementadas no âmbito dos órgãos de controle, em ação que objetiva apreender, compartilhar e multiplicar conhecimentos consolidados e com resultados efetivos. As boas práticas serão reunidas, posteriormente, em um e-book para serem oferecidas à comunidade dos órgãos de controle externo.

O 1º laboratório de Boas Práticas terá como público especial convocado os servidores da área técnica do TCE-MT, além de interessados que se inscreverem por outras instituições do sistema. A metodologia será de apresentação de painéis para todo o público e realização de oficinas temáticas em nove salas, contemplando as áreas de interesse das nove secretarias especializadas de controle externo criadas pelo Tribunal de Contas de Mato Grosso.

Serão apresentadas boas práticas de fiscalização relativas a temas como, por exemplo, educação e segurança, contratações, parcerias público privadas e tecnologia da informação, contas de governo, receita e renúncia de receita, conta de gestão de Estado e Municípios, análise de investimentos de RPPS, atos de pessoal, obras públicas, Labcontas e ferramentas de inteligência artificial, funcionamento de observatório de despesa pública, sistema de fiscalização integrada, procedimentos de acompanhamento de gestão, sistema informatizado de consulta e jurisprudência, sistema de apuração de custos e benefícios das ações para o controle externo, fiscalização da transparência, aplicativos Tô no controle, Opina Aí, TCM nas Escolas, TCE Sessões, ações como execuções na era digital, fiscalização da aplicação dos recursos do Fundeb, auditoria sobre o sistema prisional, auditoria atuarial, utilização de ensaios tecnológicos para solos, pavimentos e estruturas de concreto e pavimentos asfálticos etc.

ASCOM TCE-MT

Compartilhe!