Corregedoria do TCE-RN apresenta redução de processos acumulados nos gabinetes de conselheiros

O trabalho realizado pela corregedoria do Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Norte (TCE-RN) em 2017, atuando nos gabinetes dos conselheiros, apresentou resultados positivos. De acordo com o conselheiro corregedor, Carlos Thompson Costa Fernandes, que apresentou os números na sessão do Pleno desta quinta-feira (11), foi registrada uma redução significativa no número de processos acumulados. “Em maio de 2017 havia 4.151 processos em tramitação nos gabinetes. Agora, em 10 de janeiro de 2018, constatamos 2.508”, informou, lembrando que a partir de agora será feito o acompanhamento das atividades.

Paralelo ao monitoramento das metas nos gabinetes, Carlos Thompson informou que este ano foi definido como prioridade a correição nas Diretorias de Atos e Execuções – DAE, que conta atualmente com mais de 4 mil processos em tramitação e de Atos de Pessoal – DAP, que acumula mais de 12 mil processos. “Vamos diagnosticar os gargalhos e buscar soluções para os problemas”, enfatizou, ressaltando que, se houver tempo, também atuarão na Diretoria de Expediente.

O presidente do TCE, conselheiro Gilberto Jales, agradeceu pelo empenho e parabenizou pelos resultados alcançados. O procurador-geral do Ministério Público de Contas, Ricart César Coelho, também elogiou o trabalho e colocou-se à disposição para colaborar em mais esta ação de aprimoramento institucional.

 

Compartilhe!