TCE-PB entrega Medalha Cunha Pedrosa ao conselheiro Fábio Nogueira

O Tribunal de Contas da Paraíba, reunido na manhã desta quarta-feira (28), entregou a Medalha Cunha Pedrosa, a maior de suas honrarias, ao corregedor Fábio Nogueira, em cerimônia inscrita nas comemorações atinentes ao 47º aniversário de instalação. A entrega, por delegação do presidente André Carlo Torres Pontes, foi feita pelo consultor jurídico José Francisco Valério Neto.

Presidente, também, da Associação de Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon), Fábio Nogueira disse que recebia a condecoração como tributo à memória e ao exemplo do paraibano Pedro da Cunha Pedrosa, mas, ainda, à importância de instituições inscritas no topo do sistema de controle externo “deste Brasil tão necessitado das boas práticas e dos bons costumes”.

“É esta inspiração que torna mais honrosa a medalha agora a mim conferida pelo carinho e a bondade dos que hoje fazem a Corte Paraibana de Contas”, afirmou. Ele agradeceu ao conselheiro Nominando Diniz pela proposição da comenda e aos demais pares, que a aprovaram, unanimemente, na sessão plenária realizada em 29 de novembro passado.

“Vossa Excelência é merecedor da maior honraria destinada aos prestadores de bons serviços a esta Casa, pois transcende este limite. Agora, Vossa Excelência também tem a oportunidade de difundir, nacionalmente, o papel e a missão de instituições, como a nossa, nem sempre bem compreendidas”, respondeu o conselheiro André Carlo Torres, ao final da sessão plenária. Na ocasião, ele também saudou a sra. Bianca Silveira Nogueira, esposa do homenageado.

Convidados por ele, três ex-dirigentes do TCE – os conselheiros aposentados Luiz Nunes Alves, Gleryston Holanda de Lucena e Umberto Silveira Porto – compuseram a Mesa dos trabalhos.

Assim, também, o diretor geral do TCE Raimar Redoval (pelos servidores da Casa), o advogado Jonhson Abrantes (pela OAB), o promotor de Justiça Nilo Siqueira (pela Procuradoria de Justiça do Estado), o atual presidente do Conselho Nacional de Secretários da Agricultura Rômulo Araújo Montenegro e o professor Josivan Fernandes, presente à sessão plenária à frente de 72 alunos dos Cursos de Ciências Contábeis e de Gestão Pública ministrados pelo Centro Universitário de João Pessoa (Unipê).

A cerimônia ainda contou com as presenças das procuradoras Isabella Marinho, Elvira Samara e Sheyla Barreto. Componente do quadro de fundadores do TCE, o conselheiro Luiz Nunes, a pedido do amigo André Carlo, historiou fatos e acontecimentos atinentes à fase inicial do Tribunal de Contas instalado em 1º de março de 1971 após a criação pelo Decreto 3.621, de 17 de agosto de 1970, assinado pelo então governador João Agripino.

Aqui íntegra do pronunciamento

 

Fonte: Ascom TCE-PB – https://portal.tce.pb.gov.br/2018/02/tce-pb-entrega-medalha-cunha-pedrosa-ao-conselheiro-fabio-nogueira/

 

 

Compartilhe!